Felicidade no Trabalho é Possível?

Autor:  Marcio  Cerbella Freire

 

Coluna: Confiança Criativa nos Negócios

Estar infeliz no trabalho vem se tornando a algo cada vez mais comum, cada vez mais pessoas não conseguem relacionar trabalho com satisfação ou prazer e trabalham simplesmente para obter o sustento do dia a dia, esse inclusive é um dos fatores de insatisfação que gera ou leva a essa situação. O ser humano tem por característica não querer errar, nas empresas hoje nem sempre existe uma política que permita ou até valorize o erro muito menos uma estratégia de prevenção para que erros graves não ocorram, algumas pessoas inclusive sofrem muito com o erro e esquecem que às vezes cometem o erro simplesmente porque não existe um processo adequado.

É comum inclusive pensar que felicidade no trabalho é uma utopia mas alguns casos provam que não só ela é possível como essa é uma das condições de realização e de sucesso de um profissional, mas essa construção se inicia na orientação, na escolha da profissão e se consolida a partir do desenvolvimento do comportamento empreendedor inerente aos intraempreendedores, que são aqueles que com suas atitudes e escolhas transformam para melhor os resultados da empresa.

Quando algo nos incomoda muito no trabalho impedindo nossa felicidade, podemos sempre buscar novas oportunidades, seja em outra empresa ou em um negócio próprio. Buscar informações sobre o mercado de trabalho e suas opções, dá ferramentas para escolha mais adequada de uma opção alternativa e interessante.

Na construção de uma carreira ascendente numa empresa, não existe contradição com a busca da felicidade, pois um dos comportamentos dos intraempreendedores é justamente a alegria e satisfação em todas as nossas ações, portanto estar feliz no trabalho pode ser fator determinante do sucesso profissional.

Para não cair no desânimo para encarar anos tão difíceis de crise e alto índice de desemprego como os que estamos vivenciando, devemos perceber que a crise pode ser uma oportunidade de nos diferenciarmos dos demais, uma vez que nesses momentos aumentam as necessidades e desafios para solução de problemas internos nas empresas, se encontrarmos uma solução seremos vistos com outros olhos na instituição, além da sensação de elevação da autoestima que é promovida quando conseguimos algo assim, portanto a melhor dica é buscar na crise novos desafios que alavanquem o nosso crescimento.

Uma das coisas que mais ocorre nas empresas é que as pessoas não sabem exatamente o que fazer nem os gerentes e proprietários sabem detalhes da função que precisam para empresa, muito menos os funcionários conhecem todos os processos e procedimentos necessários ao seu bom desempenho no trabalho isso provoca situações constrangedoras em que o funcionário é obrigado a tomar caminhos ou escolhas que nem sempre são adequados ao funcionamento da empresa seja operacional ou até mesmo jurídico colocando em risco a sua própria função, o que gera alta expectativa e angústia  por não saberem se estão correspondendo às expectativas pois os processos de avaliação nem sempre são os mais adequados, o que também pode gerar esse tipo de problema. Adequar informações é sem dúvida um remédio para evitar situações de angústia sofrimento na empresa buscar informações sobre a sua atividade dialogar com as chefias procurar saber o que se espera dele como funcionário e principalmente conhecer muito bem as regras do jogo da empresa as normas e procedimentos sem que isso trave ou impeça a sua criatividade. Claro que estamos falando aqui de processos internos no entanto a busca da felicidade no trabalho está muito relacionada com que efetivamente se gosta de fazer, se você exerce uma função que você sente prazer em executá-la, e entendamos prazer também pelo adequado reconhecimento, que só se dá quando você é conhecedor de todos os caminhos para atingir metas e objetivos, os sorrisos e a satisfação viram naturalmente. Perceba que é uma das suas funções escolher se  efetivamente é o melhor trabalho, se vai atender as suas expectativas de promoção de carreira, se entrega os benefícios esperados ou não. O momento do contrato de trabalho é um momento crucial onde se deve colocar em segundo plano a necessidade premente e esse pensar no breve futuro, se a atividade vai cumprir o papel esperado na sua vida de te entregar satisfação e felicidade tudo é consequência de estudo busca de informações e planejamento inclusive a nossa felicidade no ambiente de trabalho.

Kai, Ubuntu, Waka, abraços e sorrisos.

Obs.:

Kai: “Kai é vida ética, baseada em princípios de nunca fazer o mal, sempre fazer o bem e o bem a todos os seres.”

Ubuntu: palavra do dialeto de uma tribo africana que significa  “todos somos um” sugerindo uma ideia de humanidade e respeito nas relações.

Waka:  “fazer algo mesmo quando estamos andando”

 

Márcio Cerbella Freire é Diretor de Sorrisos da EMECF Educação Empreendedora, feliz, Master Coach, Analista de Sistemas, Pedagogo, Pós Graduado em Psicopedagogia e em Empreendedorismo e Inovação(UFF), Empreteco, Consultor, conteudista e instrutor credenciado do SEBRAE.